Acidente Vascular Cerebral é tema de reuniões científicas do Crer

Pacientes condicionados pelo AVC compõem o perfil de atendimento realizado no hospital e, em setembro, o tema mobilizou mais de 200 profissionais nos encontros científicos


Com o intuito de promover discussões especializadas junto à comunidade do cuidado do Centro Estadual de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo – Crer, durante todo o mês de setembro, aconteceram reuniões científicas que abordaram  aspectos conceituais, epidemiológicos, preventivos e tecnológicos sobre o Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Sempre com o foco no desenvolvimento de metas voltadas para a independência funcional e qualidade de vida dos pacientes,  a unidade do governo de Goiás tem realizado ocasiões de encontro entre os especialistas do hospital e convidados, visando fortalecer a abordagem multidisciplinar desempenhada na instituição.

A fisioterapeuta e tutora de campo, Francine Aguilera Rodrigues da Silva, conduziu os encontros e explicou que as práticas clínicas e terapêuticas realizadas na instituição tornam perceptíveis a necessidade de se ampliar o conhecimento sobre o AVC, baseando-se no que há de mais atual em termos de evidências científicas.

“Acredito que a temática abordada contribuiu para a ampliação do conhecimento científico e capacitação, pois a troca de informações e experiências por profissionais altamente qualificados, pautados na abordagem de uma equipe de reabilitação coesa, proporcionam melhores subsídios para a recuperação e/ou redução de incapacidades e melhora na qualidade de vida de pacientes após o Acidente Vascular Cerebral, foco principal da equipe multiprofissional atuante no CRER”, complementa a profissional. 

Ao todo, foram quatro encontros, sempre às quartas-feiras, pela manhã e pela tarde, que esmiuçaram os seguintes temas com abordagens multidisciplinares:

AVC agudo: Primeiros cuidados em emergência e internação (neurologia: Paulo Phelipe monteiro; enfermagem: Anna Cássia Melo; fisioterapia: Paola Neves e Thatiana de Paiva; fonoaudiologia: Renata Ferreira);.

AVC subagudo e crônico: evidências científicas na reabilitação (fisiatria: Maria Raquel Jube e Ester Faria; fisioterapia: Renata Martins; terapia ocupacional: Wânia Pysklyvicz; fonoaudiologia: Renata Ferreira).

AVC subagudo e crônico: evidências científicas na reabilitação de complicações no AVC (terapia ocupacional: Thiago Andrade e Douglas Gabriel Sousa; psicologia: Lara Costa; fisioterapeutas Marinna Oliveira e Mayara de Faria; enfermagem: Karla Cândido e Karla Letícia Almeida).

Aspectos Emocionais e Qualidade de vida após AVC (terapia ocupacional: Jackeline Besa e Wânia Pysklyvicz; psicologia: Fernanda Mateus e Emislene Ataídes; serviço social: Lidiane da Silva e Fabrícia da Silva; educação física: Joel Gaspar Leão; fisioterapia: Cristina Albuquerque).

Dados alarmantes
Popularmente conhecido como ‘derrame cerebral’, segundo dados da Organização Mundial de AVC (World Stroke Organization)  um em cada seis indivíduos no mundo terá um AVC ao longo de seu curso de vida, de maneira que o  AVC é a segunda principal causa de morte entre pessoas acima dos 60 anos de idade, e a quinta causa principal entre pessoas de 15 a 59 anos.

A tutora Francine ainda alertou sobre a dimensão do cenário epidemiológico que os dados apresentam. “Tais dados chamam atenção para a importância de ações voltadas à vigilância à saúde dessas pessoas, tanto no sentido de reabilitação quanto de prevenção e promoção da saúde, a fim de favorecer a qualidade de vida da população. Estas informações sustentam a importância dos cuidados à pessoa com AVC no tocante às suas necessidades nos diferentes níveis de atenção do Sistema Único de Saúde (SUS)”, finaliza.


Serviço:
Referência: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Diretrizes de atenção à reabilitação da pessoa com acidente vascular cerebral / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. – Brasília : Ministério da Saúde, 2013. 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Contato
AGIR AGIR
Fone: (62) 3995-5406
Av. Olinda com Av. PL3, Qd. H4 Lt 1,2,3 Ed. Lozandes Corporate Design, Torre Business, 20° Andar, Parque Lozandes.
Goiânia - Goiás
CEP: 74884-120
agir@agirgo.org.br
CRER CRER
Fone: (62) 3232-3232 / 3232-3000
Av. Vereador José Monteiro, 1655, St Negrão de Lima.
Goiânia - Goiás
CEP: 74653-230
crer@crer.org.br
HDS HDS
Fone: (62) 3717-0101
GO 403, Km 08, Colônia Santa Marta.
Goiânia - Goiás
CEP: 74735-600
consultas@hds.org.br
HUGOL HUGOL
Fone: (62) 3270-6300
Av. Anhanguera, 14527 - St. Santos Dumont.
Goiânia - Goiás
CEP: 74463-350
hugol@hugol.org.br
HECAD HCAMP
Fone: (62) 3602-0735
Av. Bela Vista, 2.333 - Parque Acalanto.
Goiânia - Goiás
CEP: 74863-025
seger.hcamp@agirsaude.org.br
CLÍNICA TEIA HUGOL
Fone: (62) 3121-4470
Rua 227 Qd. 66 Lt. 12 Nº 105
Setor Leste Universitário
Goiânia - Goiás
CEP: 74605-080
agir.teia@agirsaude.org.br

Sigam nossas redes sociais

Fechar Menu